12 de set de 2010

Ah, o amor...

... que sentimento é esse que transforma tudo? Que poder é esse que nos domina por completo? Ontem fui a um casamento. Um lindo casamento. Lindo? Mas todos os casamentos são lindos! Sim, mas alguns são realmente especiais. Nos acostumamos a ver o casamento como uma cerimônia social. O vestido da noiva, os padrinhos, a festa, a decoração. E a maioria dos casamentos ultimamente infelizmente é isso mesmo, apenas uma cerimônia, uma encenação que as pessoas acham bonita e querem sempre fazer melhor e mais bonito que o outro. Mas ontem eu vi algo realmente especial. Aquela igreja matriz da cidade, uma igreja imponente, lotada de amigos, era insignificante perto do imenso poder que se sentia no ar. Ali havia amor. A celebração era deles com suas almas, com seus corações e com um poder superior que desenhou os caminhos e escreveu as páginas daquela história. É bom ver que ainda nos dias de hoje, com tanta maldade, com tanta ganância, tanta frieza na humanidade, o amor ainda pode existir, puro, belo, simples e suave. Acredito que todos, assim como eu ontem, nos sentimos abençoados por estarmos presentes num momento tão lindo. Dava pra sentir o amor, dava pra ver no ar, era possível até tocá-lo. Que esse poder se fortaleça a cada dia na vida de meus queridos amigos e que outras pessoas tenham a possibilidade de conhecer essa força magnífica que tudo muda em nossas vidas. Eu conheci, eu conheço, eu a vivo e ontem pude ver que não sou só eu, felizmente.
Um domingo de muito amor a todos vocês e até a próxima.

"Tão bom morrer de amor e continuar vivendo".
Mário Quintana


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"LUJINHA" DA CLAUDINHA

http://www.zazzle.com.br/clautulimoschi*

wibiya widget