28 de set de 2010

Cara de palhaço, pinta de palhaço...

Pois é. Mais uma eleição se aproxima. Um momento importante para qualquer nação séria. E que aqui no Brasil, como tudo, vira uma tremenda festa.
Existem algumas coisas, ou melhor muitas, que me incomodam na política brasileira, mas duas em especial me incomodam mais. A primeira é o fato de atuais governantes, sejam eles o presidente, governadores, senadores, prefeitos ou deputados, que estão em atividade, ou seja, recebem salário para trabalhar por e para o povo, estarem participando da campanha política como cabos eleitorais de outros candidatos. Isso é uma temeridade. Eles recebem seus salários e mais outras diversas mordomias como auxílios dos mais disparatados possíveis, para trabalhar e não pra fazerem campanhas para seus amiguinhos e aliados políticos. Se qualquer trabalhador brasileiro, que por sorte esteja empregado com carteira assinada, parar durante seu expediente para ir ao médico por exemplo, tem que levar atestado e em muitas empresas, ainda com o atestado, perde o direito à cesta básica no final do mês. Se atrasar meia hora por problemas no trânsito que tão bem nossos governantes cuidam, com certeza essa meia hora será descontada de seu salário. E os belezas? Passeiam, fazem carreatas, passeatas, comíssios, jantares, convenções, congressos, viagens e mais viagens, e o pior não trabalham, e a gente paga a conta. Somos patrões muito bobos mesmo. É uma autêntica república de bananas.
A outra coisa que me incomoda, e essa incomoda diretamente pois faço um trabalho voluntário, é que, enquanto os parlamentares de nosso país recebem salários altíssimos, e auxílios diversos como moradia, terno etc., pessoas simples que fazem o trabalho que esses senhores deviam fazer e que por total incompetência do Estado têm que se mobilizar, são impossibilitados de receber qualquer salário ou auxílio. Isso mesmo. A justificativa é que existem muitas falcatruas no trabalho voluntário. Sei, no Congresso e no Senado não tem falcatrua, não é mesmo?  Ora, enquanto nossos deputados e senadores, pagos, deixam de votar alguma lei sobre prevenção ao uso de drogas, os manés, como eu por exemplo, têm que se unir para montar instituições que façam esse trabalho e não podem receber um centavo de pagamento, tendo que trabalhar de graça. Parece conversa de bêbado isso! (!)  Por que eles não são voluntários? Queria ver se fosse como na Suiça, onde o parlamentar não é profissional e não recebe nada, se teríamos tantos Tiriricas, Netinhos, Mulheres Pera, KLBs, Ronaldos Esper entre tantos outros, aliás quase todos, se matando por uma vaguinha nessa mamata. Quer dizer, a pessoa de boa vontade que trabalha para ajudar os outros mais necessitados, não pode receber salário, e os bonitões, que não fazem nada e quando fazem é só em benefício próprio recebem salários altíssimos e auxílios? Palhaçada!
E lá vem mais uma eleição no circo Brasil. Quem será o palhaço? Ah, a vaga de palhaço não está aberta, ela já é ocupada por aproximadamente 200 milhões de habitantes!
Tema musical escolhido e adequado ao momento, na belíssima voz de Isaura Garcia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"LUJINHA" DA CLAUDINHA

http://www.zazzle.com.br/clautulimoschi*

wibiya widget